Os 10 Maiores Problemas do The Sims 4



O site Metro UK fez um artigo incrível falando a respeito dos 10 maiores problemas que firam em torno do The Sims 4. A O Sim BR traduziu em primeira mão o artigo para que todos possam acompanhá-lo de forma confortável e entenderem o que está acontecendo.

1. "Antes do lançamento houve controvérsias sobre o The Sims 4"

Antes de 2014, um funcionário da EA que trabalhou no The Sims 4 mencionou que a quarta geração foi, originalmente, um projeto de jogo online entitulado de "Olympus" que foi trabalhado entre 2008 e 2012. Não só houve uma entrevista com um membro da equipe, que deu maiores detalhes a respeito, como também foram apresentadas algumas imagens e um vídeo conceito. Ao identificar o 'vazamento", a Electronic Arts agiu rapidamente para conter a notícia. Porém, algumas coisas foram salvas pela comunidade de modo que todas as informações soltas foram devidamente preservadas para uma referência futura.


Durante a produção do The Sims 4, SimGuruGrant chegou a afirmar que o jogo teria todas as fases de vida existentes, assim como no The Sims 3, porém, um tempo depois foi anunciado que foram cortados alguns dos principais recursos do desenvolvimento do The Sims 4, e o maior deles foram os bebês, que tem sido uma parte fundamental deste jogo desde o The Sims 2, quando a propaganda entorno das gerações familiares se tornaram o centro de tudo. Havia uma petição assinada por 25.000 simmers que pediram para o jogo ser adiado devido a estas questões.

Rachel Franklin (vice-presidente geral da equipe The Sims) e Ryan Vaughan (produtor) divulgaram em blogs uma explicação do porque determinados cortes foram feitos e como sua estrutura estava bem posicionada para que tudo fosse adicionado ao jogo com facilidade. Suas intenções eram de tentar preservar as pré-compras realizadas pelos fãs em todo o mundo. O tom foi, compreensivelmente, até que otimista e cheio de promessas para o futuro. Foi abordado a falta de piscinas e bebês de forma direta e utilizaram uma ressalva no lançamento para descreverem sua ausência. Eles também prometeram uma melhor comunicação. Isso deu aos jogadores a impressão de que, apesar do jogo ter sido liberado inacabado, a equipe The Sims iria cumprir suas promessas.

Porém, após os anuncios iniciais de piscinas, fantasmas e duas carreiras extras para aplacar a comunidade, os desenvolvedores logo de cara fecharam sua boca a respeito de bebês. O tópico "O silêncio da EA/Max sobre jogo familiar e jogadores familiares" começou em novembro do ano passado no Fórum Oficial Americano do The Sims e está na primeira página até hoje. Ele foi puramente escrito como um lembrete para aequipe do quão importante esse assunto é para muitos. Enquanto escrevo este arttigo, ele já chegou em 1000 páginas, 20 mil posts e 350 mil vizualiações. Apesar disso, não houve nenhuma palavra oficial a respeito destes milhares de pedidos. Também ouvimos falar a respeito de como a nova tecnologia do novo jogo era limitada, contradizendo declarações anteriores da equipe do jogo.

2. "A Visão"

Desde o lançamento do The Sims 4, isso tem sido usado frequentemente para explicar diversas questões. Porém, essa nova "visão" nunca foi compartilhada pelos jogadores. Se você quiser uma sequência com mudanças realmente fundamentais, é necessário que você precise ser honesto e as pessoas saberem qual é a sua visão. A visão deve ser capaz de inspirar as pessoas que ficam atrás de você e isso é maravilhoso. Uma visão vaga não é o bastante para explicar a crítica e resolver os problemas por si só.

3. "Dar lucro do The Sims para TitanFall e outros jogos"

Os lucros do The Sims foram direcionados para TitanFall e Battlefield. Pode ser até justo, porém, é muito esquisito que reinvindique a pobreza e, em seguida, dar aos jogadores de The Sims um produto inferior. Os desenvolvedores tem reinvindicado constamtemente que algumas coisas são caras demais para seu orçamento atual.

4. "Uma base verdadeiramente estável"

Ambos os produtores Graham Nardone e Ryan Vaughan fizeram afirmações de que o The Sims 4 é uma base verdadeira estável. Também, houve tantos cortes que a estabilidade supostamente foi uma troca. No enontanto, o jogo esteve cheio de erros criativos desde o dia do lançamento. Alguns exemplos abaixo listam os mais graves:

Um problema muito importante chamou a atenção a EA durante meses, e este foi o bug do incesto, um erro que é incaceitável tendo em vista que o jogo é classificado a partir de "12" anos. Este erro fez com os Sims adultos tivessem interesses românticos com seus próprios filhos e até parentes. Isso foi uma grande dor de cabeça para muitos jogadores.

O desaparecimento de Sims é uma questão que tem sido divulgada desde o lançamento. O desaparecimento de Sims acontece quando a população chega ao limite de 180 Sims por save. Nesse ponto, o jogo exclui os Sims extras criados anterioresmente, mesmo se eles possuem relacionamento com outros Sims ou com a família que os jogadores controlam. Até pouco tempo, a equipe de desenvolvimento afirmou que esta questão estava funcionando como previsto, agora, no entanto, afirmam que estão analisando para corrigir esta questão. O problema é que, sempre quando os Sims viajam de um bairro para o outro, o jogo gera mais e mais Sims de modo que você atinja facilmente o limite de 180 Sims. Alguns jogadores criaram mods que ignoram ou eliminam o limite de 180 Sims

5. "Estamos Ouvindo"

Esta é a declaração da EA para os jogadores. Porém, alguns tem preocupações sobre se isso é realmente verdade. A cada entrevista dada por algumas pessoas do desenvolvimento do jogo e também figuras sênior da EA, suas respostas demonstram ser o oposto.

Peter Moorre, COO da EA, recentemente disse que os jogadores do The Sims 4 "esqueceram" que o jogo leva anos para receber todos os conteúdos, e que agora que eles começaram a ter expansões, passarão a se sentir bem. "Os Simmers viraram "hardcore" quando começaram a pedir por bebês e piscinas - notem o furor que era". Bem, Sr. Moore, você pode achar que "era", mas na realidade os bebês ainda são muito ativos dentro da comunidade.

Outra afirmação de Rachel Franklin ao Metro era de que a remoção dos bebês foi a melhor decisão de que poderiam ter feito até hoje. Quando você tem clientes, dar o benefício da dúvida sobre um recurso assim, é como banalizar todas as suas queixas válidas.

6. "O jogo vai além de crianças, criar-um-estilo e outros conteúdos em falta"

Os bebês se tornaram um símbolo de algo muito maior. A forma como a EA lançou a base inacabada não faz acreditar que o The Sims 4 valha o preço de um jogo AAA, e isso é um problema enorme.

Eu já vi vários jogadores na comunidade sugerirem que este jogo deveria ter sido vendido mais barato ou tratado como um spin-off uma vez vez que estavam se sentindo muito frustrados pela aparente falta de ação ou tempo para terminar o progresso que completasse o jogo. O que eu quero dizer é que, certas coisas são vistas no jogo nos últimos 5-14 anos. Isso inclui bebês, ferramentas de terreno, criar-um-estilo e mais uma lista de 82 coisas que foram cortadas e que nãoforam incluídas em pacotes de expansão.

Algumas das novas características do jogo normalmente vem em pacotes de expansão. Um exemplo é Winddenburg. Este é um novo mundo temático europeu que esta prestes a ser lançado com o The Sims 4 Junte-se À Galera. O conceito deste mundo já havia sido encontrado nos arquivos internos do jogo.

Existem algumas versões mais baratas de The Sims, como as versões de consoles ou a linha Histórias, que são mais simples e não possuem tantos fãs. A diferença é que, numa sequência oficial da versão de PC, com um numeral no título, isso indica que deve ficar a frente dos seus antecessores em conteúdo e profundidade.

7. Simulação.

Embora a série The Sims tenha feito muitos avanços tecnológicos nos últimos 15 anos, o The Sims 4 aparentemente deu alguns passos para trás com a remoção de recursos. Este é um jogo feito supostamente para ser uma simulação de vida, no entanto, quase não ocorre simulações no jogo em si. Os bairros movimentados são uma ilusão e os jogadores que utilizam mais de uma família podem facilmente identificar o quanto esta imersão é quebradiça.

No passado, o aspecto da simulação sempre reconheceu quando os Sims devem estar no trabalho ou na escolha, impedindo o preenchimento de fundo apresentar incorências. Isso não acontece no The Sims 4. Provavelmente você verá crianças andando pela vizinhança durante o horário escolar.

A simulação também está na falta de interações sim-a-sim. Suas reações são sempre as mesmas, não importa o que você faça. seus traços não os tornam únicos. Um sim que supostamente foi feito para ser "desleixado" age como todos os outros. Além disso, animações ociosas (paradas) são sempre iguais, o que significa que o jogo carece de profundidade.

8. "Modder amigável"

Os jogadores tem criado mods e atualizam os mesmos a cada patch lançado para o jogo. Houve correções mensais que chegaram a acontecer mais de suas vezes. Para qualquer jogador que utiliza mods, eles devem esperar as atualizações das modificações ou correm o risco de corromper seu jogo salvo. Isso coloca muita pressão sobre os modders fazendo com que alguns desistam e deixem a comunidade.

Em títulos anteriores da série The Sims, os modders corrigiram bugs do jogo que a EA continuamente ignorava. Sem mods, algumas versões do jogo seriam completamente impossíveis de serem jogadas. A EA e a Maxis têm contado com a comunidade modder para corrigir o jogo e agora eles parecem estar fazendo as malas. Isso poderá afetar o jogo ainda mais.

9. "Todos os jogadores que lhe dão feedback devem ser considerados.

Muitas pessoas tem sido fieis à série durante 15 anos. É hipócrita suferir que eles não sabem o que querem e o que esperam. Sem o sucesso dos jogos anteriores alimentos pelos jogadores, o The Sims 4 não teria sequer existido.

10. "O legado do SimCity 2013"

Muitos fãs de The Sims também são fãs de SimCity. Depois da forma como este foi tratado, dizendo que o jogo foi "grande" apesar as críticas, lembra muito o que está acontecendo com o The Sims 4. Os fóruns e outros lugares da mídia espelham o que basicamente ocorre agora.

Todos nós vimos a EA acabar com o SimCity 2013 sem nenhum aviso, demitindo os desenvolvedores de Emeryville sem sequer anunciar o que estava acontecendo. É por isso que alguns jogadores são tão apaixonados por esta "luta" pelos seu amado jogo The Sims, até porque até agora não existe qualquer concorrência no gênero de simulação de vida.

No final, a EA vai fazer a mesma coisa que já fizeram antes. Provavelmente continuarão seguindo com seu silêncio, ignorância fingida, ensusiatmo absoluto enquanto as queixas continuam. As pessoas vão chegar ao limite da tolerância e abandonarem a franquia, outros continuarão apreciando o jogo e espero, fazê-lo seguir nos próximos anos.

Porém, ignorando os problemas que está deixando tudo um caos, a promessa do CEO da Eletronic Arts, Andew Wilson, é de que "o jogador vem em primeiro lugar" e isso é visto como ar quente para muitos clientes, que ainda continuam falando sobre a má reputação que a EA tem. Eventualmente, até mesmo as maiores empresas devem perceber que o feedback vem de quem cuida, e se você não compra esta lealdade, será muito difícil de recuperá-la.

Tradução e adaptação O Sim BR

Share this

Related Posts

Previous
Next Post »